Orçamento doméstico no início do ano: 8 dicas para manter as contas em dia

Orçamento doméstico no início do ano: 8 dicas para manter as contas em dia

Passada a época de festas, os primeiros meses do ano podem ser um desafio para o orçamento doméstico. Não é à toa. Além de terem tido gastos mais expressivos por conta do Natal e Ano Novo, as famílias ainda têm que lidar com as conhecidas despesas do primeiro trimestre anual.

Para vencer esse desafio, é preciso apostar no planejamento de curto, médio e longo prazo. Mas como colocar isso em prática? Confira nossas dicas para manter as contas e o orçamento doméstico familiar em dia!

Os principais gastos de início de ano

Entenda como planejar seu orçamento doméstico de fim de ano

IPVA, IPTU, renovação de seguro, mensalidades de colégio, imposto de renda e material escolar estão entre os principais gastos que assombram os brasileiros no início de ano. Para manter o orçamento doméstico em dia, é preciso ficar de olho nas datas de vencimentos das dívidas. Do contrário, as contas se acumularão e será necessário arcar com o pagamento de juros.

O calendário do IPVA, por exemplo, varia de acordo com o estado e com o fim da placa do veículo. De qualquer forma, quem quiser se planejar para pagar o imposto sem aperto precisa separar uma quantia para quitar a taxa em cota única ou parcelada ainda no início do ano.

O mesmo vale para o IPTU. Em São Paulo, por exemplo, quem vai pagar o imposto em cota única deve quitar seu boleto nos dias 9 ou 14 de fevereiro.

Quem tem filhos ou estuda deve se preparar ainda para mensalidades e gastos com material escolar. Com o início das aulas em fevereiro, é importante já comprar aquilo que precisa com antecedência. E não deixe de negociar um bom desconto caso adquira toda a lista em um só lugar!

Outro ponto que não pode ficar fora do radar é o tão temido Imposto de Renda. O envio das declarações acontece entre 2 de março e 28 de abril. Então, é importante já juntar documentos e se preparar para não ter dor de cabeça.

8 dicas para manter o orçamento doméstico equilibrado

Entre as dicas para manter as finanças sob controle no início do ano estão deixar as contas organizadas, planejar todos os gastos essenciais com antecedência e reduzir os desperdícios. Entenda a fundo cada uma delas!

1. Mantenha suas contas organizadas

O primeiro passo para manter o orçamento doméstico em dia no início do ano é organizar suas contas. Liste todas as despesas que terá mês a mês, com valores e respectivas datas de vencimento.

Dessa forma, você saberá quanto terá de gastos e se terá recursos financeiros suficientes para quitar com as despesas dos próximos meses. Com isso, você não corre o risco de perder vencimentos e pagar juros pelo atraso.

É possível se organizar com a ajuda de uma planilha, de aplicativos ou, até mesmo, de uma agenda de papel. O importante é encontrar um método que funcione para você.

2. Planeje todos os gastos essenciais

Depois de organizar suas contas, é importante planejar todos os gastos essenciais com antecedência para não correr o risco de não ter recursos para pagar uma despesa importante, como aluguel ou mensalidade da escola dos filhos.

Então, quanto antes você listar seus gastos essenciais e separar uma quantia das suas receitas para quitá-los, melhor.

Comece pelas despesas de início de ano, como taxas, materiais escolares e imposto de renda, e depois continue o planejamento considerando os meses mais à frente.

3. Faça pesquisas de preço

Pesquise preços para manter seu orçamento doméstico em dia

Para não perder o sono com as contas de início de ano, é preciso, também, consumir de forma mais consciente.

Nesse sentido, pesquisar preços antes de comprar qualquer produto ou serviço é ação essencial. Essa pesquisa pode ser feita pela internet mesmo, com a ajuda de ferramentas como Google Shopping, ou presencialmente.

Apostar em cashback, em que parte do valor da compra retorna para sua conta-corrente, é outra forma de gastar menos e conseguir guardar parte do dinheiro para as despesas do ano.

4. Peça descontos nas compras

Além de fazer uma pesquisa de preço antes de adquirir algo, outra estratégia para sobrar dinheiro para as despesas do início do ano é pedir descontos nas compras.

Para isso, procure fugir dos parcelamentos e sempre dar preferência por comprar à vista. Além de pagar no débito e em dinheiro ser uma maneira de tornar mais simples a organização financeira, também é uma forma de pleitear bons descontos.

5. Reduza desperdícios

Manter os gastos em dia no início do ano passa ainda por reduzir desperdícios. Quem nunca foi ao mercado ou à padaria, comprou mais itens do que precisava e, com isso, viu comida estragar na geladeira? Não caia nessa armadilha!

Use listas de compras a seu favor e adquira apenas aquilo que é necessário para o consumo da semana. Dessa forma, além de gastar menos e racionalizar sua despesa, você não tem que lidar com o desperdício de alimentos.

6. Controle os gastos desnecessários

Outro passo importante em tempos de despesas maiores é manter os gastos desnecessários sob controle. Esse é um cuidado que pode ser difícil, principalmente no período de férias, quando as despesas costumam ser maiores por conta das atividades de lazer e de viagens.

A melhor forma de investir no controle de despesas é anotar tudo o que gasta. Não só o valor como, também, a categoria do orçamento ao qual pertence. Assim, fica mais fácil entender para onde seu dinheiro está indo.

É importante, ainda, refletir antes de comprar. Você precisa mesmo daquele terceiro picolé no dia de lazer ao ar livre?

Planejar as atividades ajuda a economizar. Você pode, por exemplo, levar bebidas e petiscos de casa caso vá à praia. Além de gastar menos, ainda é uma forma de garantir que sua família terá uma alimentação mais saudável.

7. Mantenha as despesas do supermercado sob controle

O planejamento também é um grande aliado para manter as despesas do supermercado sob controle e evitar os desperdícios sobre o qual falamos. Faça da lista de compras sua principal aliada. Sempre olhe a despensa e escreva o que precisa ser comprado antes de sair de casa.

Já no mercado, atenha-se à sua lista e não ceda aos pedidos das crianças e às compras por impulso.

Guloseimas não só são inimigas da alimentação saudável como, também, das suas finanças. Separe no orçamento do mês um valor para o mercado e não ultrapasse essa quantia.

Para isso, sempre pesquise preços e abuse de recursos como cupons de desconto e promoções. Isso fará toda a diferença, principalmente no fim do mês!

8. Priorize o pagamento de contas

Mesmo com toda organização e planejamento, pode ser difícil ter dinheiro sobrando nesses primeiros meses do ano. Se for o caso, sempre priorize o pagamento das contas, principalmente de serviços essenciais, como água, luz e gás.

Se for preciso, readéque suas despesas e reduza o valor direcionado a lazer e a outras categorias do estilo de vida.

Lembre-se de que essa é uma medida temporária para não prejudicar as finanças em um período em que os gastos aumentam significativamente. Se a conta não fechar, não hesite em usar sua reserva de emergência para cobrir as despesas e não ficar no vermelho.

Para manter o orçamento doméstico em dia mesmo em períodos problemáticos como o início de ano, a chave é investir em planejamento e em educação financeira.

Tenha em mente que será preciso fazer alguns ajustes na forma de consumir. Siga nossas dicas e aumente suas chances de passar por esse período com as finanças saudáveis!

Quer ajuda para manter suas contas em dia mesmo nos períodos de maiores gastos? Baixe agora mesmo nossa planilha de orçamento pessoal, controle suas despesas e organize suas finanças!

materiais educativos