8 formas de utilizar o seu reajuste salarial de forma inteligente

8 formas de utilizar o seu reajuste salarial de forma inteligente

O reajuste salarial é importante para otimizar o orçamento e manter o controle sobre as finanças pessoais. Por outro lado, muitos não planejam o uso desse dinheiro extra e acabam perdendo oportunidades importantes para aplicá-lo.

Como habitualmente é feito, o salário mínimo foi ajustado no início do ano. A princípio, houve um aumento de 4,1%, fazendo com que o valor passasse de R$ 998 para R$ 1.039. Contudo, no meio do mês de janeiro, foi anunciado um novo reajuste, com base na taxa de inflação. O valor atualizado, de R$ 1.045, começou a valer a partir de 1º de fevereiro.

Além disso, quem trabalha de carteira assinada costuma ter um reajuste salarial acordado com os sindicatos, e que tende a levar em conta a inflação do ano anterior. Isso sem falar nas promoções e aumentos por reconhecimento, que fazem com que a renda do trabalhador formal aumente.

Para que você possa usufruir do reajuste de maneira inteligente e ponderada, listamos 8 dicas de como utilizar o benefício. Não deixe de conferir!

1. Pagar as dívidas

Saiba como usar melhor seu reajuste salarial

A existência de dívidas é um dos fatores que mais contribui para o descontrole financeiro pessoal. Isso porque muitas delas consomem o salário em juros e outras taxas de financiamento. Uma das prioridades daqueles que têm pagamentos em aberto, portanto, deve ser reservar o reajuste salarial para negociar as pendências e oferecer um valor maior de entrada.

Outra forma interessante de utilizar o recurso extra na renda mensal é eliminar compras parceladas no cartão. Trata-se de uma medida importante para otimizar o orçamento ao longo dos primeiros meses do ano.

Para tanto, é preciso verificar a possibilidade de adiantar o pagamento de algumas parcelas para acelerar a quitação daquele celular ou de qualquer outra compra que tenha se estendido na fatura. Desse modo, será possível reorganizar a vida econômica para retomar a saúde financeira e manter-se no azul por mais tempo.

2. Fazer reserva de emergência

Um bom planejamento pessoal também pressupõe a capacidade de constituir reservas de emergência. Afinal, ao longo da vida podem surgir imprevistos que consomem os recursos. Para que não haja desequilíbrio financeiro, é importante contar com rendimentos extras que possam cobrir custos em casos excepcionais.

O reajuste salarial, nesse sentido, pode ser o impulso necessário para você iniciar uma reserva de emergência, atribuindo maior segurança econômica diante dessas situações. Assim, você não precisará recorrer ao crédito ou ao cheque especial diante de problemas de saúde, por exemplo.

3. Definir limites de gasto

Em muitos casos, o trabalhador opta por utilizar a renda complementada para atividades de lazer ou para o consumo. A educação financeira em relação à utilização do reajuste salarial, por outro lado, não envolve necessariamente deixar todos os gastos superficiais de lado, mas sim estabelecer limites para eles.

Dessa forma, não é incorreto viajar ou investir em festas para reunir a família, se esses forem os seus desejos. O ideal, no entanto, é que você estabeleça um orçamento para isso e delimite o consumo de modo a adaptar as vontades e não gastar além da sua nova capacidade financeira.

materiais educativos

4. Definir prioridades de gasto

Outra dica importante para aproveitar o benefício com inteligência é listar as suas prioridades de gasto. Isso porque muitos custos podem aparecer no início do ano, inclusive aqueles que não foram previstos inicialmente. Dessa forma, é importante ter em mente quais são suas obrigações financeiras principais para que tudo caiba dentro do orçamento.

Nesse sentido, vale se planejar em relação ao reajuste e utilizá-lo para resolver, primeiramente, questões que são, de fato, importantes. Se a sua opção for pelo consumo, é importante ter em mente exatamente o valor do montante extra na conta e evitar assumir compras parceladas cujo valor mensal ultrapasse tal renda.

5. Iniciar novos projetos

Entenda como usar seu reajuste salarial para realizar sonhos

Todos nós temos um projeto que desejamos realizar em mente, seja o aprendizado de uma nova língua, a realização da viagem dos sonhos ou a conquista da casa própria. Muitos desses objetivos, por levarem tempo para serem realizados, no entanto, são deixados de lado ao longo dos meses.

O recebimento do reajuste salarial, portanto, pode ser uma ótima oportunidade para começar a colocar em prática o projeto e investir nele de forma frequente e assídua. Para tanto, vale realizar um planejamento pessoal antecipadamente, estabelecendo metas financeiras e um passo a passo até a conquista do objetivo.

6. Reservar para gastos no início do ano

Existe, também, a possibilidade de reservar o benefício trabalhista para contribuir com os custos que surgem no início do ano. Essa é, inclusive, uma recomendação recorrente entre economistas e especialistas em planejamento financeiro.

Boletos comuns à população, como IPTU, IPVA e material escolar para quem tem filhos, desequilibram as finanças em um período no qual as pessoas já gastaram o dinheiro recebido. Utilizar o valor do reajuste salarial para começar o ano bem, portanto, pode ser uma ótima dica para não ficar apertado no semestre seguinte e ainda resolver pendências tributárias.

7. Investir em fundos rentáveis

Uma forma bastante inteligente de utilizar o reajuste salarial é aplicá-lo em fundos de rendimentos rentáveis. Afinal, fazer investimentos é sempre importante para a realização de projetos e para o alcance da estabilidade e da autonomia financeira. As aplicações, vale lembrar, ainda contribuem para a conquista de uma aposentadoria tranquila e satisfatória no futuro.

Nesse caso, o tipo de investimento para a aplicação dos valores varia dependendo do perfil da pessoa. Se for mais conservadora, é possível buscar por títulos públicos e fundos de menor risco. Se, por outro lado, o perfil do investidor for mais ousado, vale apostar na aplicação em ações na bolsa de valores, tendo em vista que elas podem oferecer um retorno elevado.

8. Contratar um seguro

Apostar em um seguro de vida também pode ser muito interessante. São diversas as opções de planos que garantem a segurança financeira dos beneficiários e até mesmo do próprio contratante.

É possível, por exemplo, optar pelo seguro para morte, doenças graves ou para a manutenção da renda em casos de invalidez. Assim, tem-se mais tranquilidade de que o patrimônio conquistado e o orçamento mensal estarão protegidos diante de situações adversas que desequilibram as finanças.

O valor do reajuste salarial pode ter destinações diversas dependendo dos objetivos e do planejamento de cada um. É importante, no entanto, que o trabalhador consuma com consciência o montante recebido, especialmente no início do ano. Afinal, pensar na saúde financeira é importante para contar com segurança e estabilidade econômica em longo prazo.

Nesse sentido, a MAG Seguros atua como uma grande parceira. A instituição acredita que todos devem ter a oportunidade de usufruir de um futuro tranquilo. Por essa razão, trabalha diariamente para prestar assistência satisfatória a diferentes públicos, buscando as melhores soluções para todos os tipos clientes.

O que achou do nosso post de hoje? Quer saber mais sobre a possibilidade de contratar um seguro de vida? Então, não deixe de entrar em contato com a nossa equipe!

seguro ideal

  • Publicado

    13 de março de 2020

  • Categoria

    Educação Financeira

  • Tags Relacionadas

    Finanças pessoais