8 dicas para conciliar trabalho e família sem estresse

8 dicas para conciliar trabalho e família sem estresse

Reunião de pais, trabalho acumulado, dever de casa dos filhos, contas para pagar, tarefas domésticas e trânsito engarrafado. A rotina dos dias de hoje é certamente exigente, e nela conciliar trabalho e família parece coisa para malabarista, não é mesmo?

O post de hoje te prova, com 8 dicas práticas, que é possível sim equilibrar todas as suas obrigações diárias — e sem estresse! Confira!

Use a tecnologia a seu favor

Ter que se ausentar da vida dos filhos é uma queixa comum entre os pais que têm jornada dupla. Para manter contato com as crianças, por que não usar a tecnologia a seu favor? Use o celular para conversar com seus filhos nos intervalos do trabalho, como se estivesse ao lado deles. É possível até mesmo ajudá-los nas lições de casa, com dicas rápidas!

Conversar por meio de mensagens de texto via Whatsapp ou pelo Skype também podem ser ótimas opções. O importante é dar a seus filhos a certeza de que você está sempre presente (ainda que fisicamente distante por algumas horas) e acessível.

Tenha horários bem definidos

Trabalho é trabalho, portanto não o leve para casa. Organize-se para que cada tarefa tenha um horário e um espaço pré-definidos na sua agenda. Nesse sentido, uma boa dica é não deixar que o universo profissional invada o familiar, por exemplo, deixando o celular à vista com as notificações de e-mails de trabalho na hora de jantar com a família. Se a tecnologia pode ser aliada em algumas situações, em outras, ela é inimiga!

Além disso, trabalho e família podem andar juntos se você se empenhar para casar seus horários e os dos seus filhos pelo menos em algum momento. Claro, nem sempre será possível, mas, se você tiver maior flexibilidade de horários no trabalho, escolha uma parte do seu turno da manhã para fazer uma atividade física junto com eles, como natação. É uma excelente oportunidade para desfrutar do tempo de qualidade e ainda se exercitar!

Cobre-se menos e divida as tarefas

Se você está acostumado a ver nas capas de revista os chamados super-homens ou super-mulheres — pais presentes, profissionais bem-sucedidos e máquinas de produtividade —, não se iluda: é ficção!

Tire da cabeça que você deve encarnar uma versão sobre-humana de você mesmo para ser competente nas diversas áreas da sua vida. Por isso, cobre-se menos e comece a dividir as responsabilidades com outras pessoas da casa. Delegar tarefas para os seus filhos (de acordo com a faixa etária deles), por exemplo, é uma ótima maneira de educá-los para o senso de responsabilidade, organização e autonomia, e ainda te dá mais tempo! Comece estabelecendo obrigações simples, como arrumar a cama e levar o prato para a pia, até chegar às mais complexas, como colocar a mesa, retirar o lixo e até, em algum momento, pagar uma conta via internet. Mais uma vez, aproveite a familiaridade do seu filho adolescente com a tecnologia para otimizar a realização de afazeres cotidianos e ainda dar a ele noções de saúde financeira!

Crie uma rede de apoio

Mesmo se você pode dividir as tarefas principais com seu companheiro ou outro membro da família, ainda é possível que alguém fique sobrecarregado. Se isso acontecer, mais uma vez abandone a capa do super-herói e não se esforce mais do que o necessário. Peça ajuda da família, dos amigos, dos vizinhos ou de quaisquer pessoas com quem você possa contar. Não se esqueça: em algumas situações, também é importante comunicar a seus filhos os seus limites, para que eles sejam formados para serem independentes e não cresçam com uma imagem errada dos pais.

Tenha tempo livre

Estamos já no meio deste post e até agora só falamos de responsabilidades de trabalho e família, mas nada de lazer e descanso! Eles são igualmente importantes, até para sustentar uma rotina atarefada. Portanto, alivie o estresse investindo em algum hobbie, como correr, fazer artesanato, ler, praticar yoga, aprender um instrumento, tanto faz. O importante é ter algum tempo livre apenas para si mesmo!

Aprenda a dizer não

Falamos sobre os horários bem definidos em outro tópico, mas é importante ressaltar que às vezes é preciso dizer não! O seu chefe pode pedir algumas horas extras, ou até mesmo que você trabalhe no fim de semana (caso veja que os seus resultados podem render mais lucros, ou se a empresa como um todo vai mal).

No plano pessoal, seu filho pode pedir algumas horas a mais no shopping no fim de semana, que você também merece aproveitar para repor algumas horas de sono. Não importa o cenário: tanto quanto possível, respeite os seus limites e necessidades.

Negocie flexibilidade de horários ou trabalhe como autônomo

Sabemos que nem sempre é possível, mas já pensou em considerar uma destas duas possibilidades: negociar flexibilidade de horários no seu trabalho ou investir uma atividade como autônomo?

Se a primeira opção não for viável, por que não considerar a segunda e ser seu próprio chefe? Você não precisa abandonar seu emprego de cara, mas, caso tenha alguma habilidade ou hobby que possa ser transformado em negócio, invista nele! Estude o caminho, verifique a demanda do seu produto ou serviço no mercado e projete um futuro com horizontes mais largos!

Planeje férias com a família

Todo mundo precisa de férias, não é mesmo? Então, permita-se fazer o mesmo com família pelo menos uma vez ao ano. Uma pequena viagem já é o suficiente para arejar a mente e recarregar as baterias.

Portanto, quando estiver se planejando para o descanso, lembre-se de não marcar nenhum compromisso durante o período e tente se desligar de quaisquer outras coisas que ocupem sua mente. Se isso for muito difícil, evite levar o celular a todos os lugares para resistir à tentação de checar e-mails de 5 em 5 minutos. Igualmente importante: não se esqueça de incluir no seu planejamento financeiro uma reserva anual para o relax merecido com a família!

Viu como não é preciso ser malabarista para conciliar trabalho e família? Autoeducação e pequenas atitudes para organizar melhor seu tempo dão conta do recado! Se achou o post útil, que tal compartilhá-lo nas suas redes sociais para que mais pessoas apliquem estas dicas em suas rotinas?

  • Publicado

    03 de fevereiro de 2017

  • Categoria

    Planejamento

  • Tags Relacionadas

    Família Saúde